O homem suspeito de ter quebrado as imagens de santos na Catetral de Curitiba, na Praça Tiradentes, no Centro, foi liberado no final da noite desta segunda-feira (29) pelos policiais do 1° Distrito Policial. Ele vai responder pelo crime contra o sentimento religioso, cuja pena é de um mês a um ano de prisão, ou o pagamento de uma multa.

O suspeito foi detido, por volta das 16h de ontem, depois de entrar na igreja para rezar e ter quebrado as imagens. Ele cometeu o crime só de cueca e meia.Foram danificadas uma imagem da Santa Edwiges, a vidraça da Nossa Senhora Aparecida, entre outras. A alegação do suspeito para o crime é que suas orações não estavam sendo atendidas.

Segundo a polícia, depois da prisão o padre responsável pela catedral esteve na delegacia, mas não quis registrar boletim de ocorrência contra o suspeito e preferiu perdoar.

Confira abaixo o momento em que o homem quebrou as imagens