Por Marina Sequinel e Djalma Malaquias

O homem acusado de jogar o carro contra o vizinho foi cercado pelos próprios familiares e levado para a delegacia ainda na manhã desta quinta-feira (5). Segundo a Polícia Militar (PM), após a ocorrência, os parentes furaram os quatro pneus do veículo para evitar que ele fugisse. A família do homem preso ligou à redação negando as informações de familiares do vizinho e dizendo que a vítima no caso seria ele.

O caso aconteceu no bairro Vargem Grande, em Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. Um motorista de ônibus, de 44 anos, foi atropelado pelo homem quando saía para tirar o carro da garagem ao lado da mulher. A vítima também foi agredida e teve de ser socorrida para o Hospital Cajuru.

“Quando nós chegamos lá, as duas partes estavam muito alteradas e o suspeito estava sendo ameaçado pelos familiares, que queriam que ele pagasse pelo o que cometeu”, explicou o soldado Ieger, da PM, em entrevista à Banda B.

A mulher do motorista de ônibus, que trabalha como cobradora, contou como tudo aconteceu. “A gente saía como todos os dias de manhã e o rapaz usou um Ford Ka e jogou contra a gente. Depois, ele desceu do carro dando porrada no meu marido, que teve várias fraturas pelo corpo”, descreveu à Banda B a mulher, moradora na Rua Euclides da Cunha

Segundo o soldado, o homem deve responder por lesão corporal, baseado na declaração da vítima e também de testemunhas.

Outro lado

Um familiar do homem que teria jogado o carro contra o vizinho ligou à Banda B negando o caso. Segundo a pessoa, que pediu para não ser identificada, o seu parente foi a vítima no caso. “Ele saiu de manhã deixar a mulher no trabalho e esse vizinho, contra quem já tinha Boletim de Ocorrência (BO), o esperava com uma barra de ferro. Para se defender houve a confusão e o rapaz acabou agredido, mas foi em legítima defesa”, iniciou.

“Quando ele voltou para casa conferir se a sua filha estava bem, familiares do outro rapaz o abordaram, furaram o pneu e chamaram a polícia. Fizeram pressão na delegacia e agora ele está preso”, completou.

Notícia relacionada

Homem joga carro contra vizinho que saía para trabalhar e o espanca na frente da mulher