Por Luiz Henrique de Oliveira e Antônio Nascimento

Alegando ter ido a um famoso salão de beleza no bairro Hauer, em Curitiba, para cobrar uma dívida, não se sabe de quem, um homem de 36 anos protagonizou um verdadeiro ‘barraco’ no início da noite desta quarta-feira (18). A situação terminou na delegacia com o suspeito, que chegou a ser preso, assinando um Termo Circunstanciado (TC) por lesão corporal, já que feriu uma funcionária, e danos ao patrimônio, já que quebrou vidros do estabelecimento comercial.

De acordo com a Polícia Militar (PM), o homem tentou entrar no salão e foi impedido por funcionários. Revoltado, pegou uma pedra que havia na rua e jogou contra a fachada do comércio, quebrando o vidro. O problema é que o objeto ainda atingiu uma funcionária, que ficou ferida e precisou de atendimento médico.

Para conter o baderneiro um segurança do salão entrou em cena. Na delegacia, o homem disse que este profissional teria disparado várias vezes contra ele, o que não foi confirmado por ninguém. O certo é que a revolta do sujeito tornou-se um desespero depois da chegada do segurança, uma vez que ele saiu ‘tão correndo’ do local em seu carro que no meio do caminho acertou três veículos que estavam estacionados.

O homem foi levado à delegacia pelos policiais militares do Batalhão de Polícia de Trânsito, que atenderam o acidente. O baderneiro assinou um TC e foi liberado, prometendo nunca mais voltar ao famoso salão de belezas.