Da Redação

O morador de rua Geraldo Henrique do Espírito Santo, de 30 anos, que havia sido preso na tarde de ontem no Centro de Curitiba pelo furto de uma coxinha, teve a liberdade concedida pela justiça no final da tarde desta quarta-feira (30). Ele havia sido preso em flagrante pela Guarda Municipal após pegar o lanche e levar um tombo durante a tentativa de fuga. Após a prisão, uma fiança de R$ 700 chegou a ser estipulada no 1° Distrito, mas como cometeu um caso como este, a justiça entendeu que ele não possuía nenhuma condição de pagar o valor.

Em entrevista ao Brasil Urgente da TV Bandeirantes, o delegado Rubens Recalcatti contou que ele mora na rua há alguns anos e por isso acabou entrando no mundo das drogas. “Ele precisa de tratamento e não tem nenhum apoio familiar, o certo seria que ele saísse daqui direto para uma clínica. Mas, como não existe essa possibilidade, ele voltou para as ruas”, disse.

Por fim, Recalcatti lamentou a volta as ruas de Espírito Santo, já que não acredita que as ruas do Centro possam reabilitar ninguém. “Ele já possuí uma extensa ficha e esta uma situação triste. Ele chorou muito e agora vai voltar para o perigo que são essas ruas da região”, concluiu.

Notícia Relacionada:

Homem não resiste a coxinha, tenta comê-la sem pagar e é preso no Centro de Curitiba