ERRATA: Inicialmente, a reportagem escreveu de forma errônea que a casa do vice-prefeito de Campina Grande do Sul, Nilson Falavinha, havia sido vítima do crime. A matéria foi corrigida com a informação de que, na verdade, o roubo aconteceu contra o vice-prefeito de Quatro Barras, Roberto Adamoski.

 

Um homem de 59 anos foi preso suspeito de participar de um roubo contra a casa do vice-prefeito de Quatro Barras, na região metropolitana de Curitiba, Roberto Adamoski. De acordo com a polícia, a prisão aconteceu nesta quinta-feira (17) e foi possibilitada graças ao trabalho do Instituto de Criminalística, que identificou a digital do suspeito dentro da residência.

À Banda B, o delegado Luiz Carlos de Oliveira explicou que dois bandidos cometeram o crime em julho do ano passado e a investigação aponta para um possível mandante. “Na data do roubo, dois homens entraram na casa e um terceiro ficou do lado de fora dando orientações. Com a digital, o detido confessou o envolvimento”, explicou.

Segundo a Polícia Civil, o provável mandante do crime é morador próximo do vice-prefeito. Ele teria dado uma informação aos assaltantes de que dentro da casa encontrariam R$ 100 mil, o que não se confirmou. Apesar disso, jóias e pertences pessoais foram levados.

O detido é um assaltante conhecido da polícia e foi preso preventivamente.

A Delegacia de Campina Grande do Sul investiga o caso.