(Foto: Reprodução)

 

Um homem foi preso na madrugada desta terça-feira (14) suspeito de espancar a ex-mulher no bairro Costa Rica, em Ponta Grossa, depois de uma briga doméstica. A mulher foi agredida com socos e cabeçadas e sofreu graves lesões, principalmente no rosto. Vizinhos se revoltaram com a situação e também bateram no suspeito, que sofreu ferimentos na cabeça, mas recusou atendimento no Pronto Socorro Municipal.

Na delegacia, o homem de 40 anos contrariou a versão dada pela vítima e disse que ela bateu com a cabeça no trinco da porta. Ele também tentou justificar o que teria motivado a discussão entre eles: briga por drogas.

Na entrevista, o homem explica que ele tinha três pedras de crack para fumar com a vítima. Cada um fumou uma e, quando eles foram dividir a terceira, os dois queriam pegar a maior parte e houve a discussão. Ainda assim, o homem nega ter agredido a mulher e também afirma não saber como machucou a cabeça.

O suspeito foi detido na carceragem da 13ª Subdivisão Policial e deve ser submetido a audiência de custódia para definir como irá cumprir a pena. Conforme o próprio suspeito explicou, ele e a vítima têm um filho juntos, mas não seriam casados.

Para mais notícias do Paraná, clique aqui.