Uma denúncia anônima na noite desta segunda-feira (14) levou a Polícia Militar de Fazenda Rio Grande, região metropolitana de Curitiba, a prender um homem pela segunda vez em 15 dias pelo mesmo crime. A denúncia indicava que Juliano Barbosa Pereira, 30 anos, estava comprando uma arma na Rua Gabão, no bairro Santarém. A polícia fez a abordagem e comprovou a denúncia.

Com ele foi encontrado dentro de um veículo Gol com um revólver calibre 38. O detido, inclusive, confirmou que tinha acabado de comprar. No momento da prisão ele foi reconhecido por um policial – que há 15 dias o deteve pelo mesmo crime: porte ilegal de arma.

“Ele alega que esta sendo ameaçado e por isso está tentando comprar uma arma. A mesma história de quem quer andar armado. O suspeito saiu da prisão na quinta-feira passada, pagou fiança e voltou. Pelo jeito estava com saudade da delegacia”, descontrai o tenente Rasera.

Na sequência…

Durante a abordagem ao suspeito preso por porte ilegal de arma, um veículo Celta com placas de Curitiba foi abandonado no bairro Santarém. Quatro pessoas que estavam dentro do veículo saíram e não voltaram mais. Ao checar as placas do veículo policiais constataram que o carro havia sido roubado no bairro Novo Mundo, em Curitiba, na última sexta-feira (1). Na sequência dos trabalhos de investigação, a polícia rapidamente encontrou três homens e uma mulher – os mesmo que abandonaram o Celta.

Elias Machado, 26 anos, Evandro Antonio dos Reis, 25, e Wellington Alves Constanci, 22, eram foragidos da Colônia Penal Agrícola. Camila Pedroso Bonfin, de 18 anos, que estava com o grupo também foi presa.