A Guarda Municipal de Curitiba acabou com uma festa em uma boate na região central de Curitiba durante a madrugada desta segunda-feira (13). No local, mais de 100 menores participavam da balada e ingeriam bebida alcoólica. Vários microônibus da guarda foram usados para levar os adolescentes até a Fundação de Ação Social (FAS), de onde os garotos só saíam acompanhados dos pais. O bar foi fechado e o proprietário poderá ser punido criminalmente.

Segundo o supervisor Aparecido, da GM, o flagrante aconteceu depois da abordagem de rotina a duas meninas. “Elas estavam fumando maconha e eram menores de idade. Quando íamos encaminhá-las à Polícia Civil, as duas relataram que as bolsas estavam dentro da boate. Então entramos lá com elas e verificamos que tinha mais de 100 adolescentes nesta balada”, contou à Banda B.

O supervisor descreveu que a GM montou uma operação para a retirada dos adolescentes da boate. “Levamos os garotos até a FAS em uma verdadeira caranava. Eles ainda reclamavam da balada, porque por serem adolescentes ao invés de R$ 5 pagavam R$ 10 para entrar”, contou o supervisor.

A GM passará o ocorrido às autoridades responsáveis pela liberação do funcionamento da boate.