Por Elizangela Jubanski e Juliano Cunha

Um endereço errado levou a Polícia Militar (PM) a prender de um rapaz com 24 anos na tarde desta segunda-feira (9), em Curitiba. Assim que recepcionou os policiais na sua residência, no bairro Umbará, Dione de Oliveira Santos informou que, na verdade, o endereço que eles procuravam não era aquele. O GPS da viatura da PM teria indicado o endereço errado. Na despedida, já pedindo desculpas, os policiais checaram o nome de Dione e descobriram que o endereço estava mesmo trocado, mas, mesmo assim, o trabalho da polícia poderia ser feito. Dione estava com um mandado de prisão em aberto.

Policiais ROTAM do 12° BPM estavam em busca de um endereço denunciado depois de um assalto a uma residência no bairro Santa Felicidade.  De acordo com o soldado Fernandes, ao digitarem a rua André Bonato no sistema de navegação, eles foram guiados até o bairro Umbará. Lá, foram recepcionados Dione de Oliveira Santos, que tinha em aberto um mandado de prisão por roubo e também munições de uso restrito. Sem indícios de produtos roubados e informados que, na verdade, aquele endereço era de uma rua no Campo Comprido, o suspeito foi levado à delegacia e a busca continuou.

“Para o Dione foi uma coincidência infeliz, mas o endereço errado acabou nos levando a uma prisão. Depois descobrimos que o endereço correto era em outro bairro. A polícia conseguiu localizar os produtos de roubo”, contou o soldado Fernandes.

O endereço correto fica em uma área de invasão, próximo a Universidade Positivo, no bairro Campo Comprido, e faz esquina com a Travessa Nicola Pellanda. Os produtos do roubo foram encontrados por policiais da Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc). Ninguém foi preso com os produtos roubados.