Preocupado com a violência em Curitiba e região metropolitana um gerente de banco aposentado resolveu entregar na Delegacia de Homicídios de Curitiba (DH) nesta quarta-feira (26) a arma que tinha em casa. Ele afirmou que nunca precisou dar um tiro com o revólver calibre 38 e que se um dia tivesse pensado em usá-lo talvez nem estaria mais aqui para dar entrevista ao vivo à Banda B.

Antônio Nascimento – Banda B
Arma foi entregue pel gerente aposentado

“Como mexia com questões financeiras eu resolvi tirar o porte de arma para ter em casa. Me aposentei e cheguei a conclusão que ela nunca em ajudou em nada. Não precisei disparar um tiro, mas talvez se tivesse precisado nem estaria aqui. Um dia assaltaram meu carro e se eu estivesse armado sabe Deus o que teria acontecido. Por isto, iria renovar o meu porte no dia 11 de março, mas pensei muito e desisti”, destacou.

O aposentado disse que como viaja bastante manter a arma em casa poderia até mesmo colocá-la nas mãos erradas. “Vai que um dia arrombem minha casa e levem a arma. É melhor tirar ela de circulação. Hoje em dia a cidade esta tão violenta e não é uma revolvér calibre 38 que vai me dar mais segurança”, concluiu.

O superintendente da DH, Edil Fernandes, parabenizou a atitude do aposentado. “Nós sempre ficamos satisfeito quando um cidadão toma esta decisão acertada. Vale lembrar que ele tem o porte para ficar em casa e para trazer a arma precisou pedir uma autorização pela internet junto à Polícia Federal. A campanha de desarmamento segue em 2013 e quem quiser entregar basta chegar aqui na DH, na Av. Sete de Setembro”, afirmou à Banda B.

Campanha de desarmamento

A população brasileira já entregou voluntariamente mais de 600 mil armas na Campanha Nacional do Desarmamento. Entre 2011 e 2012, o número de armas recolhidas ultrapassou 60 mil, e a Campanha continua em 2013.

Com 670 postos de recolhimento, São Paulo é o estado com maior volume de entregas. As armas mais comuns, entregues na campanha, são revólveres, especialmente os de calibre 38, mas também já foram recolhidas carabinas, espingardas, pistolas e, até mesmo, fuzis.

Quem entrega as armas, recebe uma indenização. O pagamento dela pode ser retirado em qualquer posto de auto-atendimento do Banco do Brasil.O valor estará disponível um dia útil após a entrega.