Por Luiz Henrique de Oliveira

Uma história diferente aconteceu no bairro Independência, em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, neste fim de semana. Um jovem de 23 anos foi abordado e preso, por ter um mandado de prisão em aberto. Ele foi condenado pelo artigo 215, que é a posse sexual mediante fraude de vítima virgem. O detalhe é que a denúncia foi feita pelos sogros, com quem atualmente o jovem mantém uma boa relação.

Segundo a Polícia Militar (PM), o acusado se relacionava com a adolescente e, na época, os sogros eram contra, o que os levou a entrar com um processo contra o jovem. Ele foi condenado com uma pena a ser cumprida até 2034. O que chamou a atenção dos policiais foi saber que atualmente o jovem mantém um bom relacionamento com os sogros, porém o processo não foi extinto e ele condenado. O jovem ganhou a confiança dos pais da menina, mas agora vai ter que se separar dela.

“Não tem o que fazer. Tem o mandado de prisão, ele precisa ser cumprido, por mais que tenha acontecido esse suposto arrependimento”, afirmou à Banda B o superintendente Clóvis Pinheiro, da Delegacia de São José dos Pinhais, para qual o jovem foi encaminhado.