Foto: catve.tv
Jaqueline não demonstrou arrependimento

Uma garota de 14 anos foi assassinada com 15 facadas na tarde desta terça-feira (5) no conjunto habitacional Julieta Bueno, zona norte de Cascavel, oeste do Paraná. Horas depois, a polícia prendeu a principal suspeita do crime. Jaqueline Nolevaiko, 23 anos, estava na rua Ternura com a filha de 3 anos quando foi abordada pelos policiais da UPS (Unidade Paraná Seguro). A faca utilizada no crime estava na casa dela.

De acordo com Jaqueline, que confessa ter matado a garota, ela iria se entregar a polícia. No depoimento, ela disse que matou para não morrer já que a vítima já teria montado emboscadas para matá-la duas vezes. Para isso, a jovem assassinada teria contratado um grupo de rapazes para matar Jaqueline. “Antes ela morta do que eu”, disse Jaqueline, sem demonstrar nenhum arrependimento.

A jovem foi encaminhada a Delegacia de Polícia Civil. A criança ficou com familiares.

Para assistir a reportagem da catve.tv com a prisão de Jaqueline, clique aqui