Por Elizangela Jubanski e Danaê Bubalo

Uma cena assustadora para quem passava pelo Centro de Curitiba na noite desta terça-feira (19). Um trabalhador foi baleado na boca no cruzamento da Avenida Marechal Floriano Peixoto com a Rua XV de Novembro. Socorristas foram acionados e encaminharam o garçom Carlos Alexandre dos Santos, 21 anos, ao Hospital Cajuru. A motivação dos disparos é desconhecida pela vítima.

Algumas pessoas que passavam pelo local viram Santos ensanguentado e acionaram a Guarda Municipal (GM) próximo do local. De acordo com o garçom, ele seguia pela Marechal Floriano quando, por volta das 23 horas, três homens desceram de um veículo Gol, cercaram a vítima e efetuaram o disparo na região do rosto dele. O tiro acertou a boca de Santos.

O garçom contou que veio de Guarapuava, na região Central do Estado, para trabalhar na capital. Ele disse que não fazia ideia o que poderia ter ocasionado o atentado. “O disparo foi frontal e transfixou o maxilar dele. Ele disse que não sabia o que tinha acontecido. Ele estava consciente, mas tinha dificuldade para falar”, disse o guarda Cristian.

O ferido foi levado em estado grave ao Hospital Cajuru e não corre risco de morrer.