Por Luiz Henrique de Oliveira e Antônio Nascimento

Um funcionário do Tribunal de Justiça do Paraná, de 33 anos, tentou passar um carteiraço nos policiais militares do Batalhão de Polícia de Trânsito (Bptran) durante a madrugada desta terça-feira (6). O fato aconteceu em uma blitze na Rua Tobias de Macedo, no Centro de Curitiba. Ele foi abordado em um Ford Ka, se recusou a fazer o teste do bafômetro e pediu a presença das ‘atoridade’ no local.

O soldado Alecsandro, do Bptran, contou em detalhes à Banda B como foi toda a situação. “Ele estava neste Ford Ka sem os documentos do veículo. O rapaz apresentava sinais de embriaguez e se recusou a fazer o bafômetro, dizendo que tinha poder e fazendo ligações pedindo a presença de uma ‘atoridade’ no local”, contou.

Ainda segundo o soldado, de nada adiantou a apelação do suspeito, que foi encaminhado à Delegacia de Delitos de Trânsito (Dedetran). “Vale a nossa palavra contra a dele. Devido ao problema na documentação e aos sinais de embriaguez, terá que responder a um inquérito policial de trânsito, afirmou.

Como o rapaz responde em liberdade ao inquérito policial, não foi fornecida pela polícia a sua identidade.