Foto: Divulgação

 

Um homem, de 51 anos, suspeito por um crime de estupro de vulnerável, que vitimou uma criança de 6 anos de idade, foi preso no final da tarde de quinta-feira (25), pela equipe de investigação do Núcleo de Proteção a Criança e ao Adolescente Vítimas de Crimes (Nucria). A prisão aconteceu no bairro, Santa Terezinha, em Fazenda Rio Grande.

Segundo informações policiais, o crime aconteceu há aproximadamente dois anos. O suspeito era uma pessoa próxima da família da vítima e aproveitava-se de situações em que ficava responsável pela garota e os irmãos, por certo período, para cometer abusos.

Os pais da criança procuraram a delegacia assim que tiveram conhecimento dos abusos, os quais foram relatados pela própria criança. Conforme relatado por eles, o homem pedia para que a vítima o deixasse colocar suas mãos em suas partes íntimas em troca de algo que a agradasse.

O delegado-adjunto do Nucria, José Barreto de Macedo Junior, informa que o suspeito estava foragido desde a época em que os fatos ocorreram. “No dia da prisão, o pai da vítima compareceu à delegacia relatando que havia descoberto onde o suspeito estava. Com o mandado de prisão preventiva em mãos, fomos até um mercado em Fazendo Rio Grande, que era o local apontado de seu possível paradeiro, porém não o encontramos lá. Continuamos as diligências, e o localizamos escondido na casa de seu irmão”, conta.

Na delegacia, o homem negou que tenha algum envolvimento com o crime. Entretanto, a Justiça já havia expedido um mandado de prisão preventiva contra ele, o qual foi devidamente cumprido pelo Nucria. O suspeito está preso no Setor de Carceragem Temporária (Secat) da especializada, onde encontra-se à disposição da Justiça.