Redação

O fim de semana em Curitiba e região metropolitana registrou 18 mortes violentas. De acordo com o boletim oficial do Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba, das 18 horas de sexta-feira (28) até as 6 horas de hoje (1º), sete pessoas foram assassinadas, seis morreram vítimas do trânsito, dois sofreram queimaduras, uma queda e outro passará por exames complementares para indicar a causa da morte.

Trânsito

As mortes violentas por trânsito registradas neste fim de semana quase superou os assassinatos. No sábado, o motociclista Hilário Fernandes perdeu a vida após colidir contra um ônibus ligeirinho no cruzamento das ruas Nicarágua e Estados Unidos, no bairro Bacacheri, em Curitiba. O ônibus fazia a linha Cabral/Guaraituba e provavelmente um dos veículos furou o sinal vermelho.

Já no domingo, a passageira Rose Biosque, 34 anos, ficou presa às ferragens depois de que veículo que estava decolou na BR-116, em Colombo, região metropolitana de Curitiba. O motorista Willian Rebouças dos Santos, 27 anos, não tinha habilitação e estava embriagado.