Por Elizangela Jubanski

O fim de semana de altas temperaturas registrou quatro afogamentos em Curitiba e região metropolitana. De acordo com o balanço oficial, 30 pessoas morreram de forma violenta das 18 horas de sexta-feira (31) até as 6 horas de hoje. Desse total, onze foram assassinadas, oito perderam a vida no trânsito, quatro morreram afogadas, três de queda e quatro ficaram na dependência de exames complementares.

afogamento-desDuas irmãs morreram quando uma tentou salvar a outra. Foto: DB/Banda B

Afogamento

O primeiro caso aconteceu na tarde de sábado (1º) quando duas irmãs revolveram nadar em uma pedreira desativada entre a capital, bairro Butiatuvinha, e Campo Magro, na região metropolitana. Elizane Cristina dos Santos, de 18 anos, e a irmã Érica Fernandes dos Santos, de 15, se afogaram e morreram antes da chegada do Corpo de Bombeiros.

Poucas horas depois, um rapaz se afogou em uma cava no município de São José dos Pinhais, na altura da rua Benjamin Claudino Barbosa. Waldemir José Santos não conseguiu chegar até a margem e morreu afogado.

Na tarde de ontem, um adolescente de 15 anos nadava em um tanque, ao lado do Clube San Remo, quando também se afogou, no município de m Piraquara, região metropolitana de Curitiba. O garoto, identificado apenas como David, morava no Jardim Bela Vista.

Crimes

Os dois últimos crimes aconteceram em Curitiba na noite deste domingo, por volta das 21 horas. No bairro Tatuquara, um ex-presidiário, ainda não identificado oficialmente, foi assassinado por homens que pararam o veículo dele já com disparos de arma de fogo. A vítima morreu na hora e a motivação pode se tratar de um acerto de contas.

Já no Sítio Cercado, um homem foi morto a tiros e também atropelado pelos assassinos. A vítima tentou sair correndo, foi atingida por disparos e, na fuga, o carro dos atiradores passou por cima do corpo dele. A namorada da vítima também foi atingida e está internada em estado grave no Hospital do Trabalhador, com um ferimento na coluna. A motivação pode ser um desacordo comercial.