Por Luiz Henrique de Oliveira

 

ONDE FUI ROUBADO

Foto: Reprodução

Uma nova ferramenta que mapeia os diversos crimes de furtos e roubos em Curitiba faz sucesso nas redes sociais e pode servir para definir os pontos mais críticos da capital paranaense. O ‘onde fui roubado’ serve para que as vítimas postem os locais em que sofreram crimes como sequestro relâmpago, arrombamento domiciliar, saidinha de banco, entre outros.

Na ferramenta, o internauta marca pelo mapa o local em que foi assaltado, em seguida coloca dados como horário e tipo de crime, também disponibiliza quais os objetos foram roubados e por fim coloca o prejuízo estimado.

O projeto é de estudantes baianos e existe em várias capitais brasileiras desde o dia 29 de junho. O único problema é que, pelo menos nesta quinta-feira (15), a plataforma está muito pesada e lenta. Apesar disto, na capital paranaense mais de 90 denúncias já foram feitas, a grande maioria de crimes que aconteceram na região central.

Confira a plataforma clicando aqui.