Por Elizangela Jubanski e Antônio Nascimento

Um homem de 38 anos foi preso pela Guarda Municipal (GM), na madrugada desta sexta-feira (23), no bairro Cajuru, em Curitiba, acusado de descumprir uma medida protetiva. Ele ignorou a determinação da Justiça em se manter distante da ex-mulher e, ao entrar na casa dela para agredi-la, foi preso em flagrante. Ele não se conforma com a separação, que aconteceu há três anos.

Imagem ilustrativa

De acordo com a GM, a mulher estava na casa dela junto com um casal de amigos, quando o ex chegou. “Ele machucou bastante ela, bateu muito. Ela tinha essa medida e solicitou que a gente fosse ao local. Ele não estava mais lá, fomos até a casa dele, que não esboçou nenhuma reação, e efetuamos a prisão dele”, contou o guarda Bonfim à Banda B.

A mulher tem 32 anos e mora com a família, desde a separação. “Está desse jeito há três anos, procura ela no lugar que for. Ele tem muito ciúme, possessivo demais e não aceita nada, nem que ela trabalhe, nada. Eles não têm filhos, as crianças são dele de outro casamento”, contou a irmã, que não será identificada.

Segundo ela, o ex-cunhado é usuário de drogas e faz ameaças de atear fogo na casa da família. A medida protetiva, um mecanismo criado pela lei para coibir e prevenir a violência doméstica e familiar, foi feita no início do mês passado e fixou um limite mínimo de distância que ele precisaria manter da ex-mulher – o que não foi cumprida.

A mulher registrou Boletim de Ocorrência (BO) sobre a nova agressão e foi medicada. Ele foi detido e encaminhado a Delegacia da Mulher.