Bruno Henrique – Banda B
José Vieira matou Vilma e em seguida tirou a própria vida

A comerciante Vilma Ramos Flaidok, de 46 anos, foi esfaqueada até a morte na manhã desta terça-feira (5) no bairro Gralha Azul, em Fazenda Rio Grande, região metropolitana de Curitiba. Quem cometeu o crime, enquanto a mulher esperava por um ônibus na Rua Guará, foi José Vieira Flaidok, ex-marido de Vilma. Momentos depois do assassinato, José Vieira se matou enforcado em um árvore, também no município da região metropolitana.

Testemunhas contaram à Banda B que o casal estava há um ano separado depois de chegar ao fim um relacionamento conturbado que resultou em cinco filhos. De acordo com a Polícia Militar (PM), nos últimos meses Vilma elaborou, na Delegacia de Fazenda Rio Grande, diversos Boletins de Ocorrência (BOs) contra José Vieira.

“Ele a agredia e nos últimos meses a situação teria ficado pior. Hoje ele veio até o ponto de ônibus, desceu e a matou com facadas. Testemunhas nos disseram que depois do crime, ele foi até um Corsa vermelho e fugiu“, descreveu à Banda B o soldado Godoy, do 17° Batalhão da Polícia Militar, antes de saber do suicídio cometido pelo assassino.

Uma amiga de Vilma descreveu que a vítima era uma pessoa boa e que nos últimos meses estava feliz. “Ela estava muito melhor desde a separação. Mas vinha sofrendo diversas ameaças por parte do marido. Ontem de madrugada ele já tinha inclusive invadido a casa dela”, destacou a mulher, que pediu para não ser identificada.

Vilma foi assassinada a uma quadra de casa. Informações não oficiais dão conta que Vilma estava no ponto de ônibus para ir fazer um BO contra José Vieira, pelo o que ele havia feito durante a madrugada. Uma das filhas do casal, ao saber do crime, foi até o local e não conseguia segurar a emoção. Ela ficou mais de dez minutos debruçada sobre o corpo da mãe.

Suicídio

Instantes depois de matar Vilma, José Vieira foi encontrado morto em Passo Amarelo, em Fazenda Rio Grande. Ele se enforcou em uma árvore com fios de bateria do próprio carro. O casal deixa cinco filhos, com idades entre 10 e 25 anos.

“Uma tragédia porque algo não foi feito contra ele antes. Agora é cuidar destes meninos que perderam pai e mãe”, esbravejou a amiga de Vilma.