Por Elizangela Jubanski e Danaê Bubalo

Um universitário de 24 anos foi preso nesta quinta-feira (30) na Cidade Industrial de Curitiba acusado de fabricar notas falsas em um laboratório. Ele também falsificava cartões de lojas e documentos dentro de casa. Computadores, impressoras, produtos químicos e papéis foram apreendidos. O nome do universitário não foi divulgado pela Polícia Federal, como de praxe nas prisões.

A prisão aconteceu por volta da meia-noite por policiais militares da ROTAM, do 23º Batalhão, que realizavam um patrulhamento de rotina. O rapaz estava na rua e foi abordado com notas falsas de R$ 20. Ele confessou que tinha mais notas em casa, no entanto, disse que teriam sido compradas pela rede social de um homem do estado do Mato Grosso.

“Ficamos desconfiados e quando chegamos na casa dele vimos que existia uma verdadeira fábrica de falsificação que ele utilizava para falsificar cartões de lojas, carteiras de habilitação. Tinha até um caderno com as anotações de contabilidade”, contou o soldado Traczinski.

O rapaz de 24 anos tinha dentro de casa computadores, impressoras, produtos químicos, cerca de R$ 500 em notas falsas, cem cartões de lojas, dez carteiras de motoristas em branco e também um caderno de contabilidade, com o faturamento do mês. Ele foi preso em flagrante e encaminhado para a sede da Polícia Federal, no bairro Santa Cândida. O rapaz estava no último ano do curso de Informática em uma faculdade de Curitiba.