Foto: Bruno Henrique/Banda B
Local onde o corpo de Elizete foi encontrado nesta segunda-feira (1º)

Uma enfermeira de 45 anos foi encontrada morta dentro do Rio Passáuna, em Curitiba, na manhã desta segunda-feira (1º). Elizete do Rocio Cavalcanti estava desaparecida desde a última sexta-feira (29), quando o carro dela foi encontrado no Mirante do Passaúna. O veículo Ibiza estava com todos os pertences da enfermeira. A polícia vai investigar se trata-se de um homicídio ou suicídio.

O corpo foi encontrado nas margens do rio dentro de uma chácara localizada na Rua Angelo Marquetto, Cidade Industrial de Curitiba. Um homem, que estava em um caiaque, avistou o corpo boiando e avisou a polícia. No final de semana, guardas municipais e bombeiros do Grupo de Operações de Socorro Tático (Gost) fizeram buscas no rio durante o final de semana, mas sem sucesso.

Familiares de Elizete disseram que ela trabalhava no Hospital São Vicente e no Hospital Santa Brígida. Ninguém da família soube dizer o que pode ter acontecido. Além das hipóteses de suicídio e homicídio, a polícia também considera a possibilidade da enfermeira ter entrado espontaneamente no rio e se afogado.

O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal para exames que poderão indicar a causa morte.