Por Elizangela Jubanski e Juliano Cunha

cancha_pinhais28092013

Além da vítima, nenhuma pessoa foi atingida por disparos. Foto: JC/Banda B

O jovem Júlio Cezar Soares, de 23 anos, foi assassinado na noite desta sexta-feira (27) dentro de uma quadra de futebol de salão na Planta Emiliano Perneta, em Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. O crime aconteceu enquanto ele aguardava para jogar a próxima partida, dentro do estabelecimento. Dois homens com os rostos escondidos invadiram a quadra e atiraram em Júlio Cezar.

No local, que fica na Rua Terra Boa, mais de vinte pessoas presenciaram o crime. Dois criminosos que escondiam o rosto com capuzes entraram no local e enquanto um deles cuidava para que os jogadores não reagissem, o outro atirou várias vezes contra Júlio Cézar, que morreu na hora. Houve pânico entre os atletas, que tentaram fugir pelas portas e janelas. Ninguém ficou ferido.

O soldado Rogério do 22° Batalhão da Polícia Militar, que atendeu ao caso, disse que o crime foi filmado e que a vítima já esteve presa por porte de arma. “A vítima morreu na hora. Tinha mais ou menos 20 pessoas lá dentro. As pessoas ficaram bastante assustados, tentaram fugir, houve gritaria. Os atiradores já sabiam que ele estava lá dentro e ele era o alvo mesmo. As câmeras vão auxiliar”, disse.

A família do jovem confirmou que ele já esteve preso por porte ilegal de arma de fogo. Câmeras de segurança do local devem auxiliam a polícia a identificar os atiradores. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba.