Da Polícia Civil

Policiais civis da Delegacia de Furtos e Roubos (DFR) elucidaram ‘sequestros-relâmpagos’ que estavam ocorrendo em Curitiba. Dois homens responsáveis pelos crimes foram presos e reconhecidos pelas vítimas. Num dos casos, a dupla chegou a abusar sexualmente de uma mulher.

presossequestrosDupla foi identificada por pelo menos três vítimas (Foto: Antônio Nascimento – Banda B)

Segundo o delegado Rodrigo Souza, da DFR, José Richard Portes, 28 anos, e José Ricardo dos Santos, 25 anos, foram presos por policiais militares na última quinta-feira (6), no Hugo Lange, em Curitiba, por roubos a residências. “Já estávamos investigando esses ‘sequestros-relâmpagos’ naquela região, cruzamos os dados e por haver coincidência nos perfis, resolvemos fazer o reconhecimento com as vítimas. Todas as vítimas reconheceram a dupla”, contou Souza.

O delegado explicou que os marginais costumavam fazer com que as vítimas sacassem dinheiro em caixas eletrônicos para eles. Num dos casos em que a vítima reconheceu os marginais, ela disse ter ficado nas mãos dos bandidos por cerca de meia hora. “Eles rodaram com ela pela cidade e a fizeram sacar cerca de R$ 3 mil de bancos diferentes”, contou o delegado.

Em outro caso, e mais chocante, além dos marginais levarem o dinheiro da vítima antes de abandoná-la, os homens aproveitaram a situação e abusaram sexualmente da mulher. “Eles abusaram dela, que agora os reconheceu. Por isso, vão responder também pelo crime de estupro”, explicou o delegado.