De odiario.com

A dupla acusada de matar e carbonizar uma jovem grávida em Apucarana, na última quinta-feira (12), foi detida em Jandaia do Sul (a 41 km de Maringá).

De acordo com o delegado da 17ª Subdivisão Policial, José Aparecido Jacovós, a Polícia Civil de Apucarana (a 62 km de Maringá) e Jandaia do Sul, se uniram para solucionar o crime. Durante toda a última segunda-feira (16) Jacovós e o delegado adjunto, Gustavo Dante, estiveram em Jandaia do Sul e ouviram cerca de 10 testemunhas que tinham contato direto com a vítima.

Para ler a reportagem completa, clique aqui.