Divulgação
Carnes ficavam em péssimas condições e eram vendidas

O dono de um frigorífico na Rua Hary Feken, no bairro Iguaçu, em São José dos Pinhais, foi preso em flagrante na última quinta-feira (14) por vender e produzir mercadoria imprópria para consumo. Ele foi apresentado nesta segunda-feira (18) por policiais do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope).

De acordo com as investigações, Luiz Carlos Palma, de 54 anos, produzia e vendia embutidos (liguuiça de porco) e defumados em um local impróprio e em péssimas condições. Para se justificar, Luiz Carlos pediu para os policiais não se preocuparem que ele estava no ramo há mais de 40 anos.

“Os policiais encontraram produtos vencidos a mais de um ano, que eram utilizados para a mistura e conservação dos alimentos. Também constataram equipamentos enferrujados utilizados para o processamento e confecção de linguiça, e restos de carne em estado de decomposição”, contou o delegado titular do Cope, Hamilton da Paz.

Segundo ele, a estrutura física do estabelecimento também estava em estado precário, com infiltrações e paredes emboloradas pela umidade. “No momento da averiguação, acionamos a Vigilância Sanitária de São José dos Pinhais, que interditou e fechou o estabelecimento. Agora Palma responderá pelo crime de vender e produzir mercadoria imprópria para o consumo”, concluiu o delegado.