Juliano Cunha/Banda B
A rápida atitude da proprietária ao ver que um deles estava armado auxiliou na prisão de suspeito

Dois homens armados resolveram assaltar uma pizzaria na noite desta terça-feira (2), no bairro Boqueirão, em Curitiba, mas antes, aproveitaram para jantar. O plano só não deu certo porque a dona da pizzaria, localizada na rua Anne Frank, viu que um deles estava armado e avisou a polícia. Um dos ladrões , de 18 anos, foi preso. O outro fugiu.

A dupla entrou na pizzaria e se sentou em uma das mesas por volta das 19h50. Depois de pedir a pizza, a proprietária do estabelecimento viu uma arma na cintura de um deles. Presumindo o pior e, infelizmente, corriqueiro, a comerciante foi até a sede do 20° Batalhão da Polícia Militar para avisar os policiais a suspeita de que seria assaltada. Quando a equipe da ROTAM chegou ao local a suspeita se confirmou: eles já haviam anunciado o assalto, cometido o roubo e estavam fugindo em um Fiat Palio de um cliente.

A dupla de suspeitos foi flagrada pela Polícia Militar no estacionamento. Houve troca de tiros, mas ninguém saiu ferido. Um jovem de 18 anos acabou preso e o comparsa dele conseguiu fugir com o Palio, que abandonou metros depois. Com o jovem Oliver da Luz foi apreendido um revólver calibre 38 municiado.

“Nós demos voz de abordagem quando eles estavam entrando em um veículo. Um largou o armamento e deitou no chão, o outro sacou uma arma, apontou para os policiais e fugiu. Realizamos buscas no local, mas não conseguimos encontrá-lo”, contou o tenente Willian. O carro do cliente foi recuperado, assim como alguns pertences de outros clientes e da pizzaria.

O jovem de apenas 18 anos havia sido preso há uma semana em São José dos Pinhais por receptação de carro roubado. Ele pagou fiança e foi solto. Em menos de sete dias, está preso em flagrante novamente.

De novo

A desconfiaça tem fundamento. Em novembro do ano passado, a pizzaria foi assaltada por quatro homens que se passaram por clientes, consumiram pizzas e bebidas antes de anunciar o roubo. Os bandidos foram perseguidos e a Polícia Militar conseguiu prender o grupo.