Policiais do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) da Polícia Civil do Paraná estão em Ponta Grossa hoje cumprindo série de mandados de prisão e de busca e apreensão. Até agora, pelo menos quatro pessoas já foram presas acusadas de desvio de dinheiro por meio do Centro de Ensino Superior dos Campos Gerais (Cescage). Entre os detidos estão a diretora administrativa da instituição, Júlia Streski.

Segundo informações da Secretaria de Estado da Segurança Pública, a faculdade desviou em torno de R$ 40 milhões. Júlia e os demais envolvidos são acusados de formação de quadrilha, falsificação de documentos e outros crimes.

As informações são do Portal Diário dos Campos.