Por Elizangela Jubanski e Daniela Sevieri

fuga

Detento baleado estava saindo do buraco, o que afastou outros presos. Foto: Colaboração/Banda B

Uma tentativa de fuga foi registrada na madrugada desta terça-feira (9) na delegacia de Campina Grande do Sul, na região metropolitana de Curitiba. Seis detentos conseguiram quebrar uma parede da delegacia usando uma porta de ferro. Um deles foi baleado pelo investigador de plantão e a rápida ação do policial frustrou a fuga. A cela tem capacidade para oito detentos e está superlotada, abrindo cinco vezes mais presos.

A tentativa aconteceu por volta das 3 horas. Barulhos e movimentação diferentes fizeram com que o investigador de plantão reagisse em tempo de evitar a fuga, segundo o delegado titular do município, Messias da Rosa. “O policial que estava de plantão nessa madrugada percebeu que os detentos estavam usando a porta de ferro de segurança da carceragem para quebrar as paredes de sustentação. Essa parede depois foi constatado que era simples, com tijolos de seis furos e dava pouca proteção à unidade policial. Quando o investigador percebeu que os detentos tentavam fugir por esse buraco efetuou um disparo contra um detento”, descreveu.

De acordo com Messias, o detento foi ferido no ombro e socorrido pelo Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate). “Ele acionou a Guarda Municipal, a PM e também o Centro de Operações Policiais, que vieram ao local e deram auxílio ao investigador, colocando ao fim a tentativa. Esse é um local onde poderia ter apenas oito presos. Está com uma superlotação e abriga cinco vezes mais do que a capacidade que poderia suportar”, finalizou.

O ferido será encaminhado com os demais detentos para uma carceragem o Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) para as providências cabíveis.