Por Elizangela Jubanski e Bruno Henrique

Os detentos que estão presos nas celas do 11º Distrito Policial, que fica na Cidade Industrial de Curitiba, estão sendo levados ao solário na manhã desta segunda-feira (12). Policiais da delegacia e do Centro de Operações Especiais Policiais (Cope) fazem a escolta dos 160 presos. A grande mobilização dos policiais é para restabelecer a segurança dentro das celas, que foram destruídas durante fugas registradas nas últimas semanas.

A operação acontece desde as 5 horas e os presos estão sendo levados ao solário, espaço onde tomam sol durante à tarde. Parte dos policiais faz vigília aos presos, enquanto outra auxilia a restabelecer a segurança nas celas. Durante a inspeção, várias armas brancas e pedaços de serras foram encontradas dentro das celas.

Os presos ameaçavam fuga em massa desde a semana passada quando passaram a ser monitorados pelo Cope. A insatisfação dos detentos é quanto à superlotação do espaço carcerário: limite para 40 possui 160 presos. Ainda, a expectativa dos policiais da delegacia é uma possível transferência para o Centro de Triagem da Penitenciária Estadual de Piraquara.

Anunciada

Desde o mês passado, presos se rebelam com frequência nas celas do 11º Distrito Policial. No último dia 11, presos ficaram no solário da delegacia durante três dias. Eles serraram as grades em uma tentativa de fuga por duas vezes, em apenas três dias.

O bate-grade teria começado depois da transferência de 35 presos. Na época, estavam em 155 detidos nas celas. Nesta situação, todas as portas da delegacia foram destruídas.

Notícias relacionadas:

Presos destroem delegacia e há três dias aguardam conserto no pátio de sol