Um cassino frequentado principalmente por idosos e que saiam do seus serviços foi fechado na tarde da última sexta-feira (22) na rua Conselheiro Laurindo, no Centro de Curitiba. A descoberta do local foi feita graças a uma denúncia ao “Disque-denúncia 181”, que levou policiais do 1.º Distrito até a casa de jogos.

De acordo com o delegado Jairo Amodio Estorilio, vinte máquinas caça-níqueis foram apreendidas, além de várias componentes de informática utilizados para manutenção das máquinas de jogo. “No momento estava no estabelecimento uma senhora identificada como Malvina Gonçalves , 43 anos, que se dizia responsável pelo local”, disse.

Segundo o delegado Fábio Lopes Pereira, em muitos casos como este, as máquinas são programadas para ganhar mais do que perder, até por isso o jogo de azar é proibido no Brasil. “Quanto a essas máquinas, nós não podemos afirmar isso ainda. Por isso, elas foram encaminhadas ao Instituto de Criminalística para que seja feita uma perícia”, disse.

Malvina foi encaminhada, juntamente com o equipamento apreendido, para o 1° DP, onde foram efetuados os devidos procedimentos legais e elaborado Termo Circunstanciado, que será encaminhado à justiça.