Por Luiz Henrique de Oliveira e Bruno Henrique

As delegacias do Paraná vão fechar a partir das 0h desta terça-feira (13) e os policiais civis atenderão por 24 horas apenas casos de flagrante. Quem afirmou isso à Banda B, na manhã de hoje, foi André Gutierrez, presidente do Sindicato das Classes Policiais Civis do Paraná (Sinclapol).

“A situação chegou ao limite e precisamos que as medidas urgentes de fato aconteçam”, disse ele, após a morte de um agente de cadeia neste domingo na Delegacia sede de Colombo, na região metropolitana de Curitiba, durante uma fuga de doze presos.

“A partir da meia-noite as delegacias estarão fechadas e amanhã teremos uma reunião para saber se permanecerão assim por mais dias. Neste exato momento estou na Secretaria de Segurança Pública para uma reunião. O governador prometeu retiradas de presos e isso não está acontecendo de fato”, protestou o presidente do Sinclapol.

Com a paralisação, serviços de Boletim de Ocorrência e de investigação policial serão afetados, com as delegacias atendendo apenas flagrantes.

Notícias Relacionadas:

Após morte de agente de cadeia, presos da Delegacia de Colombo são transferidos à PEP

Fuga de presos em Colombo deixa agente de cadeia morto e policial baleado