Por Felipe Ribeiro e Juliano Cunha

Reivindicação antiga da Polícia Civil do Paraná, a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) deve ser anunciada oficialmente nos próximos dias. Isso porque um decreto de 9 de abril garante a instalação da atividade, que substituirá e ampliará a Delegacia de Homicídios de Curitiba e deve padronizar os trabalhos de investigação das demais  especializadas de homicídios do estado.

O anúncio oficial deve acontecer ao longo desta semana, mas a Banda B já teve acesso a algumas das mudanças que devem ocorrer na divisão. Em Curitiba, a Delegacia de Vigilâncias e Capturas (DVC) e o Núcleo de Repressão aos Crimes Contra a Saúde (Nucrisa) devem integrar a DHPP, além de quatro delegacias regionais na capital e uma para crimes complexos.

A delegada Maritza Haise será a primeira a comandar a nova divisão e terá condições para atuar em qualquer cidade do Paraná e iniciar o processo de padronização da investigação.

Nesta semana a Secretaria de Segurança Pública (Sesp) deve anunciar a DHPP e a provável nova sede no bairro Tarumã.

Notícias Relacionadas:

Criação da Divisão de Homicídios do PR depende apenas de parecer do conselho, diz delegado