O jovem Tiago Razini, de 26 anos, cunhado de um Policial Militar, foi assassinado na madrugada desta sexta-feira (26) na Rua Francisco Hernanes Batista, no bairro Santa Felicidade, em Curitiba. Detalhe é que este mesmo jovem havia sido baleado na mesma região na última terça-feira (23). Na ocasião, Razini foi encaminhado ao Hospital Evangélico e investigadores da Delegacia de Homicídios (DH) foram até o hospital buscar informações sobre o caso, mas a vítima se negou a falar e disse que tinha se envolvido em uma briga boba.

De acordo com o delegado Rubens Recalcatti, da DH, na madrugada de hoje o assassino chegou em uma Ipanema prata e teria concretizado o crime que começou há três dias. O suspeito soube que Razini recebeu alta, foi até onde ele estava e teria dito: ‘Eu falei que você iria morrer’.

“A execução aconteceu em uma região onde os jovens costumam usar drogas. O Razini sobreviveu na terça, mas hoje não teve a mesma sorte, já que levou mais de cinco tiros. É um usuário de drogas que poderia ter mudado o rumo dos fatos, mas não o fez. Testemunhas falaram que o assassino fugiu nesta Ipanema e nossas equipes estão empenhadas em encontrar o suspeito”, afirmou Recalcatti.