Por Luiz Henrique de Oliveira e Juliano Cunha

corretorabigorrilhoCrime choca os moradores do Bigorrilho (Foto: Juliano Cunha – Banda B)

A corretora de imóveis Cláudia Mader Munhoz, de 55 anos, morreu em um assalto na Rua Gastão Câmara com a Martin Afonso, no bairro Bigorrilho, em Curitiba, por volta das 14h desta quinta-feira (30). De acordo com a Polícia Civil, ela se recusou a entregar uma bolsa e acabou morta com três tiros por um dos marginais que a abordou.

corretorabigorrilho2(Foto: JC – Banda B)

A corretora tinha mostrado um imóvel à venda na Gastão Câmara quando foi abordada pelos ladrões. Segundo testemunhas, a vítima entregou aos assaltantes a chave do Audi A3 preto que estava, mas se recusou a entregar a bolsa. Os bandidos então a perseguiram e atiram, fugindo em seguida com o carro dela.

O caso choca os moradores da região. O porteiro Cláudio Britto lamentou o que aconteceu. “Não dá para acreditar, ela saiu do prédio e foi abordada desta forma. Eu vi pelas câmeras que os dois jovens atravessaram a rua e falaram que iam matá-la se não entregasse a bolsa. É muita violência aqui”, disse.

Quem também ficou assustada com o crime foi a doutora Michelle, médica do Corpo de Bombeiros (CB). “Inacreditável. Nesta semana atendemos muitos casos de morte de mulheres. Para gente não é mais novidade atender esse tipo de situação, a violência virou banal”, lamentou.

A Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos de Curitiba (DFRV) investiga o caso. A Polícia não soube informar ainda a placa do veículo roubado.

Retrato falado

Durante o final da tarde, a DFRV divulgou o retrato falado suposto atirador. O suspeito aparenta ter entre 18 e 22 anos, cor de pele parda clara e 1,7 metros de altura.

retratofaladobigorrilho