Por Luiz Henrique de Oliveira e Juliano Cunha

pichacaorpctv2

Carro de televisão foi pichado (Foto: Juliano Cunha – Banda B)

Uma confusão entre manifestantes e policiais militares na região do bairro Centro Cívico, em Curitiba, terminou com um cinegrafista da Rede Bandeirantes agredido e um carro de reportagem da Rede Paranaense de Comunicação (RPCTV) pichado na Rua Senador Xavier da Silva, próximo à Av. Cândido de Abreu, onde aconteceu o desfile de Independência do Brasil.

A confusão aconteceu no momento em que os manifestantes tentavam entrar no desfile e encontravam um bloqueio policial nas ruas de acesso. Houve um confronto depois que jovens pegaram tapumes usados para a construção civil para agredir policiais militares. Nesta situação, aconteceu a detenção de pelo menos onze pessoas  No total, de acordo com a PM, foram 27 pessoas encaminhadas à delegacia.

Carro pichado

redemassa

(Foto: Juliano Cunha – Banda B)

Na região da confusão, um carro da RPCTV foi pichado pelos manifestantes com a frase: ‘Globo Mente’. Até o fechamento desta reportagem, os responsáveis pelo vandalismo contra a emissora não foram localizados. Um pouco depois, um carro da Rede Massa foi apedrejado pelo mesmo grupo de mascarados.

Cinegrafista agredido

Ainda na região do confronto um cinegrafista da Band teria sido agredido por um policial militar do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope). Segundo o relato do profissional, ele avançou em um cordão de isolamento depois da ordem de um comandante da operação, quando, talvez sem saber da autorização, um policial o agrediu com uma rasteira. Depois, outro PM teria dado um golpe com um cacetete na barriga do cinegrafista.  A Banda B entrou em contato com a assessoria de imprensa da PM para buscar uma resposta sobre o caso.