Por Luiz Henrique de Oliveira e Bruno Henrique

pinhaisdentro

Curiosos acompanharam o atendimento ao local de morte (Foto: Bruno Henrique – Banda B)

O comerciante Gilmar Garcia da Silva, de 33 anos, foi assassinado a facadas pelo filho do sócio na manhã desta terça-feira (9), em Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. O crime aconteceu no momento em que ele abria a Loja Poluição Sonora, que faz instalação de som automotivo, na Av. Iraí, no Jardim Weissópolis.

O autor do crime, um jovem de 25 anos, foi preso pela Guarda Municipal de Pinhais. O pai de Gilmar não se conformava com o que tinha acontecido. “Ele nunca deu problema e agora acontece isso. Foi morto pelas costas, de maneira covarde. O autor é filho do sócio dele”, afirmou à Banda B.

Segundo a Polícia Militar (PM), que também atendeu o local de morte, o autor do crime teria transtornos mentais. “Comentaram que ele sofre de esquizofrenia. O rapaz foi levado até a Delegacia de Pinhais, para que as medidas cabíveis sejam tomadas”, descreveu o soldado Simas, que levantou a hipótese do crime ter sido motivado por um desacerto comercial.

No local do assassinato, inúmeros curiosos acompanharam o atendimento da polícia, uma vez que Gilmar era bastante conhecido na região.