Da Redação

fotopmpr

(Foto: Divulgação Facebook)

A sequência de fotos divulgada por um perfil que se utiliza do símbolo da Polícia Militar do Paraná (PMPR) e causou polêmica nas redes sociais, na tarde da última sexta sexta-feira (22), está sendo investigado pelo comando da corporação.

Nas fotos, ela aparece com a mensagem: “PM bom é PM morto” e, em seguida, duas fotos; uma delas com a farda da corporação e a outra com um cartaz escrito: “Eu amo a PM”.

As fotos seriam uma espécie de represália pela primeira fotografia tirada pela menina e não foram divulgadas por um perfil oficial da PMPR. O perfil que tinha feito isso, inclusive, postou as seguintes mensagens no facebook, neste domingo (24):

“Venho pedir desculpas por compartilhar as fotos da menina ( Não sabemos a idade dela). Não foi em mal intenção, e mais uma vez como já tinha dito a alguns dias, este não é um perfil oficial policial”.

O perfil completou:

Não foi em mal intenção, e mais uma vez como já tinha dito a alguns dias, este não é um perfil oficial policial.

Peço desculpas mas não tenho certeza se ela é de menor. Apenas coloquei as fotos que ja vinham circulando em grupos por achar que ela tinha sido presa, mas não se sabe de nada sobre prisão, por isso acho que os PM que tiraram as fotos tem que ser advertidos ou punidos, e o setor de inteligencia encontrar quem lançou as fotos na internet.

Desde o princípio, a Banda B não divulgou o rosto da menina, porque ela parecia se tratar de uma adolescente, bem como não se tinha informações de uma possível prisão.

Notícias Relacionadas:

Menina posta que “PM bom é PM morto” e no dia seguinte imagem muda

Jovem posta foto com ofensas a PM, é preso no dia seguinte e imagem muda