Dois homens foram presos em flagrante nesta quarta-feira (6) por policiais da Delegacia de Estelionato e Desvio de Cargas, em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. Com eles, vai para cinco o número de pessoas flagradas com motosserras chinesas que foram roubadas em novembro do ano passado na BR-277, depois da carga ter desembarcado no Porto de Paranaguá.

Bruno Henrique – Banda B
44 motosseras foram encontradas em São José dos Pinhais

De acordo com o delegado Vinicius Borges Martins, o roubo aconteceu em São José dos Pinhais e foram levados de um caminhão 2,5 mil motosserras vindas da China, avaliadas em mais de R$ 1 milhão. Desde então, por várias partes do Paraná, os equipamentos foram encontrados e pessoas presas por receptação de produto roubado.

“Foram feitas prisões em Balsa Nova, Joaquim Távora e agora em São José. As motosserras são avaliadas em R$ 550 e certamente estas pessoas estão comprando mais barato e sem nota fiscal. Quem for flagrado vai ser detido e encaminhado à delegacia, como foi o caso destes dois rapazes na região metropolitana”, explicou Borges.

Para se livrarem da cadeia, os dois suspeitos presos pagaram uma fiança de R$ 1 mil. “Com eles havia 44 motosserras que foram recolhidas à delegacia. Quem for flagrado terá que responder por receptação. Estamos disponibilizando fotos das motosserras e quem tiver informações sobre elas deve entrar em contato com a nossa delegacia”, pediu o delegado.

O telefone de contato da Delegacia de Estelionato é: 3365-3748.