Fotos cedidas pela Polícia Civil do Paraná

 

Um casal, de 36 e 26 anos, suspeito de cometer uma série de assaltos na região da Cidade Industrial de Curitiba (CIC), foi preso no bairro Fazendinha, em Curitiba. No momento da prisão, a dupla estava cortando pedras de crack para comercialização. De acordo com o delegado Rinaldo Ivanike, do 11º Distrito Policial, pelo menos 15 boletins de ocorrência foram registrados contra o casal e, até esta segunda-feira (19), pelo menos cinco pessoas já reconheceram os dois como os autores dos assaltos.

“Eles agiam em pontos de ônibus, lugares ermos, e abordavam geralmente mulheres ou pessoas indefesas sob ameaça de arma. Levavam bolsas, carteiras e celulares. Temos 15 boletins de ocorrência e esperamos, com a divulgação das imagens dos dois. que mais vítimas procurem a polícia”, afirmou o delegado.

A polícia chegou até Claudio Sérgio Mangi e Daniele Caetano após receber imagens de câmeras de segurança, que mostrava o casal cometendo um assalto, no bairro Vitória Régia – CIC, na última quarta-feira (14/02). “No vídeo aparace um Uno branco utilizado pelos suspeitos na prática do crime. Pela placa conseguimos identificar o proprietário e chegar até o endereço do casal”, informou Ivanike.

Na residência do casal, a equipe encontrou quatro bolsas roubadas, uma delas inclusive aparece no vídeo nas mãos de uma terceira pessoa envolvida no crime – que ainda não foi localizado pela polícia. “Essa terceira pessoa aparece em posse de uma arma de fogo. Ele desce do Uno branco e aborda a vítima com violência. Agora o nosso trabalho consiste em localizá-lo e prendê-lo”, afirmou o delegado.

Covardia

Ivanike ressalta que os suspeitos utilizavam de covardia com as vítimas e agiam quase sempre da mesma forma e horários. “Abordavam pessoas trabalhadoras, que deslocavam-se por volta das 5h da manhã para seus empregos, e acabavam sendo surpreendidas pelas bandidos. Tirá-los de circulação, foi um importante trabalho da unidade”, finalizou.

Na delegacia, o Mangi alegou que apenas havia emprestado o carro para a terceira pessoa que aparece no vídeo. Entretanto, tanto ele quanto sua companheira foram reconhecidos pelas vítimas do roubo. Até o momento, o casal foi reconhecido por cinco vítimas.

Ambos foram autuados por roubo e tráfico de drogas e encontram-se detidos à disposição da Justiça no Setor de Carceragem Temporária (Secat) do 11º DP.