Por Luiz Henrique de Oliveira e Antônio Nascimento

tatuquaradentro

No local da ocorrência (Fotos: Antônio Nascimento – Banda B)

Uma tragédia nas Moradias da Ordem, no bairro Tatuquara, em Curitiba, deixou três pessoas mortas em um incêndio criminoso por volta das 2h desta terça-feira (13). As vítimas foram identificadas como Expedito da Silva, de 80 anos, a esposa dele, Iracy Moreira da Silva, de 70, e a filha do casal, Janaina Moreira da Silva, de 22. O suspeito de cometer o crime é Tiago Vandiene dos Santos, de 24, ex-marido de Janaina.

tatuquaradentro2

Tiago foi detido pela polícia (Foto: AN -Banda B)

Tiago foi preso pela Polícia Militar (PM) no momento em que acompanhava o atendimento ao incêndio por parte do Corpo de Bombeiros. “É bem estranho que ele voltou para o local do crime, mas testemunhas garantem que foi esse rapaz. Ele será detido para averiguação, porque a informação é que entrou em luta corporal com o idoso e cometeu os assassinatos”, descreveu à Banda B o tenente Ekerman, da PM.

O suspeito, que foi encaminhado ao Centro de Atendimento Integrado ao Cidadão, o Ciac-Sul, garantiu não ter nada a ver com o crime e disse que prestou atendimento a ex-mulher. “Eu tenho minha consciência tranquila. A primeira pessoa que apagou o fogo fui eu e a minha consciência está tranquila”, repetiu insistentemente.

Por sua vez, Maria Cristina, sobrinha do casal de idosos, garantiu que foi Tiago o responsável pelo incêndio. “Ele usava drogas e ameaçava a minha prima sempre. Meu tio era contra o relacionamento. As duas morreram abraçadas e o tio em outro cômodo”, lamentou.

Ouça a matéria com todas as fontes no ícone de áudio abaixo.

TATUQUARA