Por Luiz Henrique de Oliveira e Antônio Nascimento

Quando por volta das 15h desta quarta-feira (8) o Fiat Uno Azul com um homem de 50 anos parou no estacionamento de uma lanchonete e, logo em seguida o Fiat Palio vermelho com uma mulher da mesma idade também, ninguém imaginava o que estava para acontecer. Era uma tarde normal, apesar do calor de 30°C, no bairro Prado Velho, em Curitiba, até o momento em que o homem desceu e entrou no carro da mulher para namorar. O que aconteceu durante pelo menos 20 minutos no carro ‘vermelho paixão’ é impróprio para menores de 18 anos.

O conquistador curitibano sentou no banco de passageiros e a pegação começou. Apenas um vigilante da lanchonete localizada em frente percebeu, porém em seguida o casal foi mais além e a movimentação intensa no carro fez com que outras pessoas notassem algo errado. Revoltado então, o funcionário da rede de fast food foi tirar satisfações com os pombinhos. Eles se recompuseram e saíram de lá para evitar uma possível explicação a policiais militares.

É importante ressaltar que em caso de flagrante neste tipo de caso os envolvidos podem ter que responder por atentado violento ao pudor.