Redação

O candidato a vereador de Almirante Tamandaré, Denys Moraes, confirmou que estava na casa noturna Wood’s, no Batel, em Curitiba, na madrugada de sábado (27), mas não teria se envolvido em confusões. Ele procurou a Banda B para esclarecer fotos que estão sendo compartilhadas nas redes sociais de uma caminhonete Hilux, adesivada com fotos e número da candidatura dele. A confusão foi generalizada e houve um disparo de arma de fogo. Um policial militar à paisana que estava no local fez a apreensão do revólver e encaminhou os envolvidos ao 8º Distrito Policial.

Para a Banda B, Denys deu a sua versão. “Eu estava mesmo lá na Wood’s, na saída teve uma briga generalizada e não sei por qual motivo e um dos caras que estava ali no meio deu um disparo de arma de fogo e acabaram tirando uma foto de uma caminhonete que não é minha. Mas, como a gente está em um momento político, acabaram jogando para a rede social como se eu tivesse dado esse tiro, uma tentativa de homicídio a um apessoa, que também não sei quem é”, contou.

Na delegacia, o Boletim de Ocorrência mostra que o flagrante leva o nome de um jovem  – que seria o dono da caminhonete. “Eu não tive nada a ver com essa confusão, não tive envolvido com nenhuma arma de fogo, pode puxar tudo na delegacia. O menino que estava envolvido nessa ocorrência foi apreendido no local por um policial militar e foi encaminhado para a delegacia, ele não tem nada com isso. Foi para fazer um marketing negativo mesmo, tentaram me prejudicar e a minha política aqui em Almirante Tamandaré”, descreveu.

Sobre o rapaz estar com adesivos dele, o vereador esclarece. “Na verdade, ele colocou um adesivo no carro me dando apoio, começo ele como qualquer um outro que trabalha na área política, vou te ajudar, veio até mim e colocamos o adesivo no carro dele. Só isso”, finalizou.

Caso

Uma confusão generalizada na saída da casa noturna sertaneja Wood’s, que fica no bairro Seminário, em Curitiba, teve disparo de arma de fogo e depoimentos em delegacia. Um jovem usou um revólver de calibre 38 durante a briga, mas o disparo não atingiu o alvo. Um policial militar à paisana que saia da casa no momento da confusão acionou uma viatura e apreendeu a arma. Todos os envolvidos foram levados ao Centro Integrado de Atendimento ao Cidadão (Ciac-Sul).