Foto: Bruno Henrique/Banda B
Abordagem feita no bairro dos dois assaltos

Bandidos ignoraram a megaoperação da polícia no Parolin, em Curitiba, na manhã desta quarta-feira (6). Mesmo com a presença de centenas de policiais no bairro, dois assaltos aconteceram ao mesmo tempo em que policiais ocoupavam as principais ruas da região durante a operação de prevenção e combate ao crime organizado.

O primeiro assalto aconteceu em uma residência da rua João Viana Seiler, por volta das 7 horas, a apenas três quadras do bloqueio policial na rua Brigadeiro Franco. Um homem armado invadiu a casa e rendeu uma idosa de 70 anos e o filho dela, que fazia a barba no banheiro. Os dois foram obrigados a deitar no chão da cozinha e entregar carteiras e pertences. Uma outra mulher dormia no quarto na hora da invasão, mas não chegou a ser rendida. “Ele apontou a arma na nossa cabeça. Foi um horror. Nunca pensei passar por isso”, disse a moradora. O bandido não quis levar o carro da família e fugiu a pé.

Ao mesmo tempo, na mesma região, um restaurante foi assaltado também por bandidos aramados. O assalto aconteceu na rua Alagoas, a poucas quadras do bloqueio da polícia. Ninguém ficou ferido e os bandidos fugiram.

A megaoperação com seis mil policiais em todo o estado começou por volta das 6 horas e deve durar até as 6 horas desta quinta-feira (7).