Por Luiz Henrique de Oliveira e Elizangela Jubanski

Sabe quando você vai mal em uma prova e torce para que alguma coisa aconteça com ela. No caso dos alunos menos estudiosos de uma professora de inglês de um curso de Curitiba houve o que comemorar. Cômico, se não fosse trágico. A professora, deixando a brincadeira de lado, é mais uma vítima da violência em Curitiba. Ela deixou as provas não corrigidas em uma bolsa no porta-malas de seu carro estacionado na região do bairro Alto da XV e, em menos de trinta minutos, os ladrões furtaram, nesta terça-feira (20).

bolsa

(Foto: Imagem Ilustrativa)

“Eu sai do trabalho e fui até um café na Atílio Bório. Fiquei só meia hora e quando voltei roubaram o meu pneu reserva, laptop e a mochila com todo o material de aula que estavam no porta-malas. Eram provas que eu entregaria esta semana. São duas turmas pequenas de inglês, com menos de dez alunos, mas que também foram afetadas”, contou à Banda B.

A professora enviou uma foto ilustrativa de como é a mochila furtada pelos ladrões. Ela lamentou o que aconteceu e explicou qual será o procedimento por parte da escola. “Agora vai ser aplicada uma nova prova. O professor sempre teme e faz de tudo para que isso não aconteça. Eu deixei tudo fechado e fui ao café, porque pretendia voltar rapidamente. Em menos de meia hora estava de volta e o meu carro já arrombado”, descreveu.

Quem tiver informações sobre alguma bolsa parecida com essa, deixada em algum local de Curitiba com documentos de uma professora, pode entrar em contato com a Banda B pelo telefone: 3240-7500.