Por Marina Sequinel e Juliano Cunha

[jwplayer mediaid=”106507″]

(Fotos: Juliano Cunha – Banda B)

Um jovem manteve uma cliente refém após um assalto a uma agência bancária no Centro de Pinhais, na região metropolitana de Curitiba (RMC), na tarde desta quinta-feira (5), durante cerca de 1h40. A quadra onde está localizado o banco popular, na rua Camilo de Lellis, permaneceu completamente isolada, até por volta das 15h50, quando o suspeito se entregou.

Segundo testemunhas, pelo menos quatro assaltantes entraram na agência, agiram em cerca de três minutos e, três deles teriam conseguido fugir com o dinheiro do banco. “Foi tudo muito rápido. Cerca de 30 a 40 pessoas estavam no banco na hora do crime. A polícia cercou o local e um dos bandidos ficou na agência, saiu para o estacionamento e pegou uma cliente como refém. Eles estavam dentro de um carro”, explicou um dos clientes que estavam no local, logo após o assalto.

Após a fuga, houve perseguição e confronto policial. Durante a ação, uma guarda municipal da cidade chegou a levar um tiro no pé.  Um dos bandidos foi baleado e morreu na hora. Dois deles foram detidos pela polícia e o outro manteve as pessoas reféns.

A Polícia Militar (PM) confirmou que uma mulher foi rendida e ficou sob a mira do revólver do bandido. “O rapaz pediu a presença de um advogado e uma garantia de que sairia com vida para se entregar. Ele disse que só queria roubar o banco e não machucar as pessoas. Ele estava bastante nervoso”, contou o tenente Nóbrega à Banda B.

De acordo com o soldado Douglas, do Corpo de Bombeiros, a refém, de 39 anos, foi atendida pelos socorristas e passa bem. “Ela está bem mais tranquila agora e disse que, em nenhum momento, foi agredida pelo jovem”, disse.

De acordo com quem estava no local, os assaltantes tinham entre 16 a 18 anos. A polícia informou que eles eram da Fazenda Rio Grande, também na RMC. O trânsito na rua Camilo de Lellis permaneceu bloqueado na região.