Dois homens foram baleados por volta das 18h30 deste domingo (5) em um bar na Rua André de Barros, no Centro de Curitiba. Milson Moreira, de 46 anos, morreu na hora. Já um pintor, identificado apenas como Gilson, foi encaminhado em estado grave ao Hospital Cajuru. Milson era o alvo dos atiradores, já Gilson foi vítima de uma bala perdida.

O tenente Fabri, da Polícia Militar, falou sobre o caso à Banda B. “Dois homens, sendo um deles armados, invadiram esta lanchonete e mataram o Milson. Um tiro também atingiu o pintor que foi socorrido em estado grave. Eles praticaram o crime e teriam fugido a pé, de acordo com as informações de testemunhas”, disse o tenente.

Com a chegada da Polícia Civil, novas informações apareceram. De acordo com o delegado Rubens Recalcatti, da Delegacia de Homicídios de Curitiba (DH), Milson tinha arranjado briga com um rapaz horas antes na região central. “Esta vítima é um cuidador de carros e teria mostrado uma faca para um homem que jurou se vingar. Este rapaz se juntou com outro e veio até a lanchonete cumprir a promessa”, disse Recalcatti.

Para o delegado, deve-se lamentar a motivação banal para o crime. “Hoje se mata por nada e em qualquer lugar. Em plena região central por um motivo banal. Para piorar, ainda atingiram um inocente que pintava a lanchonete e só fazia seu trabalho. Uma situação lamentável. Vamos prender os responsáveis por isso”, concluiu.