Da Redação com Polícia Civil

Quatro homens que marcaram encontro e pretendiam assaltar um mercado de Almirante Tamandaré, na região metropolitana de Curitiba, foram presos na última sexta-feira (15) após policiais civis do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) aparecerem de penetras no local. De acordo com o delegado Leonardo Bueno Carneiro, denúncias anônimas entregaram o esquema e os quatro acabaram presos antes mesmo de iniciarem a ação.

quadrilha

Foto: Juliano Cunha – Banda B

De acordo com as informações, os marginais que praticariam o crime iriam se reunir durante a madrugada em frente ao Mercado Tanguá, na Vila Tanguá. “Em diligências com outras equipes do Cope, foram realizadas as prisões de quatro homens em frente ao mercado, no momento em que planejavam a ação”, contou o delegado.

Foram presos João Maria Santos Filho, 55 anos; Gerson de Oliveira, 31 anos; Carlos Alexandre da Silva, 23 anos; e Valter Roni Borges, de 33 anos. Dois revólveres calibre 38 e dois veículos foram apreendidos. “Foram feitas buscas nas casas dos presos e na residência de Oliveira nós encontramos R$1.850 em notas de R$50 todas manchadas de tinta vermelha. O que faz gerar a suspeita de que esse dinheiro veio de algum caixa eletrônico explodido”, contou o delegado-adjunto do Cope.

Os bandidos chegaram em dois veículos. Num Siena branco, estavam Oliveira e Filho. Já Silva conduzia um Peugeot 206. Borges chegou ao local a pé. Verificou-se posteriormente que o Peugeot era proveniente de roubo e estava com a placa de outro veículo do mesmo modelo. Durante a busca no Siena, foram encontrados dois revólveres calibre 38. Ao checar o Sistema de Investigação Policial, verificou-se que Borges estava evadido do sistema prisional. “O quarteto foi autuado em flagrante por formação de quadrilha, porte e posse arma de fogo com sinal adulterado, adulteração de sinal identificador de veículo automotor, tentativa de roubo e receptação qualificada”, explicou Carneiro.

Traficante

Também na última sexta-feira (11), policiais do Cope prenderam Daniel Henrique Felau, 28 anos, no Cajuru, em Curitiba, por possuir um mandado de prisão em aberto por tráfico de drogas. “Os policiais faziam uma investigação a respeito da venda de um fuzil, quando abordaram Felau, que se identificou com uma CNH falsa, em nome de Carlos Eduardo Darcie de Carvalho. Por isso, ele também foi autuado em flagrante por uso de documento falso”, contou Carneiro.