Por Elizangela Jubanski e Juliano Cunha

Um assalto a uma panificadora no bairro Mossunguê, no final da tarde desta quinta-feira (15), terminou com um dos suspeitos baleado depois de uma intensa perseguição pelas ruas de Curitiba. Irineu Licersi, 36 anos, tem passagem pela polícia e levou um tiro nas nádegas.

assaltante

Assaltante tinha roubado outros estabelecimentos. Foto: Juliano Cunha/Banda B

Dois homens invadiram a panificadora – um deles usando balaclava – e ordenaram que os funcionários deitassem no chão, de acordo com o depoimento do dono do estabelecimento. A dupla pegou dinheiro do caixa e, antes de fugir com o carro do proprietário, perguntaram sobre seguro, sistema de rastreamento e bloqueios. A dupla fugiu em direção ao Contorno Norte, mas monitorados pela Polícia Militar por meio de um satélite, que o carro possuía. Na rua Eros Ruppel Abdala, no bairro Taboão, houve o confronto e Irineu foi atingido na região das nádegas. Ele recebeu atendimento do Siate e foi encaminhado sem risco de morte ao Hospital Evangélico.

O major Hudson, subcomandante do BOPE, disse que a operação policial envolveu pelo menos quatro Batalhões da Polícia Militar. “Os bandidos vieram realizando vários assaltos e andaram por ruas da cidade toda. Estávamos acompanhando pelo satélite o movimento deles. Quando iniciamos uma perseguição tática, eles abandonaram o veículo e entraram em um matagal. Nesse momento, conseguimos prender um deles”, explicou.

O dono da panificadora assaltada reconheceu o assaltante. Ele deve responder por assalto e por roubo de veículo. O outro comparsa conseguiu fugir e a polícia ainda não conseguiu identificá-lo.