Por Denise Mello e Antonio Nascimento

Um jovem de 21 anos foi preso em flagrante na noite desta quinta-feira (11) ao tentar furtar o aparelho de celular de outro jovem que caçava Pokémon na Rua João Bettega, no bairro Portão, em Curitiba. O detalhe é que o ladrão foi detido pela própria vítima com a ajuda de outros colegas que também caçavam o bichinho na brincadeira virtual. As vítimas reagiram ao notar que o bandido usava um simulacro de pistola. Ele tentava levar também a bicicleta e o tênis do rapaz que caçava Pokémon.

O suspeito e a vítima foram encaminhados ao Centro Integrado de Atendimento ao Cidadão – Ciac-Sul. Aos policiais, de maneira informal, o jovem contou que realmente estava distraído caçando Pokémon com o celular quando foi abordado e só reagiu, com a ajuda dos colegas, quando percebeu que a arma era de brinquedo.

A polícia ainda não tem um levantamento de quantas pessoas foram vítimas de assalto ao brincar de caçar os bichinhos no jogo da Nintendo, mas várias pessoas relataram que foram furtadas ou roubadas desde que o jogo foi lançado, no dia 3 de agosto.

Febre em várias partes do mundo desde o início de julho, o game “Pokémon Go” , que está disponível nas lojas virtuais da Apple e do Android, faz com usuários cassem personagens no mundo real, usando a câmera do celular.

Flagrantes

Na mesma noite, outro rapaz foi vítima de roubo em um assalto na BR-116, no bairro Campo de Santana, em Curitiba. O ladrão de 32 anos foi detido logo em seguida por populares e a vítima foi encaminhada ao Hospital do Trabalhador com cortes no rosto e uma perfuração no tórax, mas sem risco de morte.

No Ciac-Sul, também foram registrados na noite desta quinta-feira dois flagrantes de tráfico de drogas no bairro Xaxim e em Santa Felicidade.